Você se inscreveu com sucesso em Blog Icamas
Ótimo! Em seguida, finalize a compra para ter acesso completo a Blog Icamas
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.
Dicas de como acertar na iluminação do quarto

Dicas de como acertar na iluminação do quarto

. 4 minuto ler

Quem deseja transformar seu quarto em um ambiente claro e bem iluminado pode encontrar, muitas vezes, alguns obstáculos. Afinal, o que é preciso fazer para deixar as luzes naturais e artificiais darem um charme especial ao local? Calma, isso é possível: com dicas de como acertar na iluminação do quarto, você irá se surpreender.

Há uma série de técnicas e até mesmos acessórios e/ou utensílios que você já possui em casa que ajudam a iluminar espacialmente o ambiente. Além disso, algumas tomadas de decisões simples podem te fazer se sentir confortável – e impressionar familiares e amigos com um local que une luminosidade e estética.

Quer saber como aplicar esses conceitos na prática? Então confira este artigo especial que trouxemos com as dicas de como acertar na iluminação do quarto. Em pouco tempo, aquele local escuro e pouco atrativo tempo se tornará um dos mais atrativos cômodos da sua casa.

Entenda o espaço disponível no quarto

Se você quer acertar na iluminação do quarto o primeiro passo é entender o espaço e dimensões disponíveis no ambiente. Eles permitem compreender onde é possível posicionar os móveis – cama, guarda-roupas, escrivaninhas, entre outros – ampliando a possibilidade de colocar os elementos de luz, natural ou artificial, de forma ordenada e maximizada.

Quartos grandes precisam de mais recursos, como luminárias; pequenos, necessitam de posições estratégicas desses componentes. Ainda, saber onde colocar a cama para não acordar com a luz no seu rosto pode ampliar a luminosidade – acredite, a disposição faz toda a diferença, como falaremos abaixo.

A luz natural é sua poderosa aliada

Convenhamos: nada melhor que os raios de sol iluminando o quarto e dando um aspecto vivo ao local, não é mesmo? Pois, a segunda dica é aproveitar ao máximo o que a luz natural, sua poderosa aliada, tem a oferecer. E, aqui, as recomendações são vários, tais quais:

– Utilize cortinas duplas. A primeira camada, mais interna, deverá ser de um tecido mais fino, mas que não seja transparente, especialmente de cores claras (se for branca é melhor ainda). Ela amplia a passagem de luz e possibilita sua privacidade. Já a segunda, mais grossa, é para a noite e começo da manhã.

– Em sintonia com a dica acima, utilize de cores claras, principalmente o branco. Elas refletem a luz natural do sol, o que deixa o ambiente bem iluminado – além de trazer aspectos de tranquilidade e limpeza. Lençóis, travesseiros, estrutura da cama, guarda-roupas, entre outros, ampliam a luminosidade se forem claros.

– Superfícies reflexivas, incluindo espelhos, podem contribuir para a melhor distribuição da luz natural, principalmente em quartos onde os raios solares chegam pouco. Posicione-as onde há mais incidência de luminosidade durante o dia.

Possua pontos de luzes pelo quarto

Esqueça aquela velha lâmpada, por mais forte que seja, no centro do quarto. Ela apenas dissipará a luminosidade e em alguns lugares (como os cantos), não terá o resultado esperado. Por isso, aposte em pontos específicos de luzes no quarto. Sancas de gesso, por exemplo, podem abranger todo o espaço, com lâmpadas distribuídas pelo teto.

Assim, você terá uma distribuição maior e a luminosidade será muito mais uniforme, deixando todos os pontos irradiando a luz que desejar – a dica, aqui, é utilizar do LED. Para complementar, sancas e pontos de luzes distribuídos pelo quarto dão um design moderno, trazendo uma estética própria e única para o cômodo.

Abajures aumentam sua opção de iluminação

Perceba que falamos de abajures, no plural. Isso porque, possuir mais de um é ter a opção de diferentes níveis de luminosidade. Afinal, muitas vezes o objetivo não é deixar todo o quarto claro, não é mesmo? Além disso, quando recebe visitas, por exemplo, deixar um ou mais abajures ligados cria um ambiente enigmático – e muito bonito.

Também contribui para que a luminosidade não atrapalhe a leitura, permite que você possa executar tarefas com pouca luz e ainda podem gerar economia ao optar por não deixar as luzes acesas. A dica é ter um em cada lado da cabeceira da cama (se necessário) e outro como suporte onde você realiza as tarefas.

Lâmpadas e cores

Outra dica importante é saber diferenciar dois elementos fundamentais para acertar na iluminação do seu quarto: os tipos de lâmpadas e as cores que elas emitem.

Lâmpadas de LED, na maioria dos casos, são recomendadas pelo seu amplo tempo de vida útil, diferentes intensidades de luz (que vão de acordo com o seu desejo) consomem menos energia e possuem diversos modelos e designs, criando um belo ambiente. Lâmpadas fluorescentes e halógenas podem, em situações específicas, complementar.

Já a cor da luz tem papéis específicos: as amarelas criam um ambiente mais tranquilo e sereno. São ótimas para estudos e leituras (lembre-se do abajur); as brancas dão mais luminosidade espacial, perfeitas para quem deseja que todos os pontos sejam pontualmente iluminados.

Como você usa seu quarto?

Todas as dicas acima precisam redundar nessa: afinal, como você usa seu quarto? Muitos utilizam o cômodo como escritório home-office; outros, descansam e se entretém, assistindo TV ou navegando na internet nesse local; há também aquelas que apenas utilizam o quarto para se vestir e/ou dormir.

Acertar na iluminação do quarto é entender como você utiliza ele. Afinal, cá entre nós: não adianta fazer mudanças radicais se a luminosidade não te ajuda no dia-a-dia. Por isso, não tenha medo de testar quais são os melhores métodos. O importante é que, seja para você, solteiro ou casado, com ou sem filhos, saber que a iluminação é agradável.

Dúvidas? Conte com especialistas

Para fechar, que tal contar com a ajuda de especialistas? Há uma série de designers de interiores e ambientes que contribuem para encontrar a iluminação ideal. Muitas vezes, a consulta é pontual e o investimento vale a pena. Com as dicas acima, e uma ideia formada na sua cabeça, o processo fica mais fácil.

Ao procurar imagens e vídeos, também poderá ter uma ideia melhor e espacial sobre como ambientar esse cômodo – seja com luzes naturais, diretas ou indiretas. Seu bem-estar e a comodidade serão maximizadas, assim como uma boa iluminação também traz a sensação de mais espaço.

Acesse nosso site e conheça mais sobre produtos para o seu quarto, como a cabeceira de ferro, feitas sob medida para você!