Você se inscreveu com sucesso em Blog Icamas
Ótimo! Em seguida, finalize a compra para ter acesso completo a Blog Icamas
Bem vindo de volta! Você fez login com sucesso.
Sucesso! Sua conta está totalmente ativada, agora você tem acesso a todo o conteúdo.
7 dicas para não errar na escolha do tamanho da sua cabeceira

7 dicas para não errar na escolha do tamanho da sua cabeceira

. 4 minuto ler

Quando estamos decorando um quarto, pensamos com cuidado em todos os detalhes:

- Cores;

- Quadros na parede;

- Enfeites nas estantes.

Nessa ansiedade de deixar tudo perfeito, muita gente acaba esquecendo de um dos itens mais importantes do ambiente: cabeceira da cama.

Como a cama é o ponto central, nesse caso, tudo o que faz parte dela acaba ganhando muito destaque e pode transformar a decoração por completo. É assim que as cabeceiras deixam de ser só mais um elemento e se tornam fundamentais para dar um ar estiloso para o cômodo.

A variedade de cabeceiras que você pode encontrar no mercado, aliás, é imensa. São dezenas de materiais, formas e estilos disponíveis.

Se por um lado isso é ótimo, já que você pode encontrar algo que combine exatamente com a sua personalidade, por outro, pode ser um desafio se você não souber como escolher o tamanho certo.

Então, se você está nessa saga para encontrar a cabeceira ideal para o seu quarto e não quer correr o risco de errar nas dimensões (imagine o trabalho para trocar depois, não é mesmo?), não se preocupe. Hoje, vamos dar algumas dicas certeiras para você fazer a melhor escolha.

Vamos lá?

ACERTE NA ESCOLHA!

1. Defina qual efeito visual você quer conseguir

Essa é a sua prioridade na hora de escolher o tamanho ideal de cabeceira para o seu quarto.

Então, inicialmente, pergunte a si mesmo: você quer que a cabeceira seja totalmente ajustada às dimensões da cama? Prefere incluir outro item de decoração para compor o espaço da cama? Qual a altura do quarto? Você quer que a cabeceira pareça ser parte da cama ou quer algo que adicione mais estilo e soe como uma peça de decoração?

Definido? Então, é hora de passar para os próximos passos!

2. Lembre-se da roupa de cama

Não entendeu qual a ligação entre as duas coisas? Nós explicamos!

Digamos que o seu colchão tenha 150 centímetros de largura. Caso você queira uma cabeceira que fique ajustada à cama, pode acabar buscando por uma exatamente nessa medida. É aí que mora o erro.

Quando colocamos cobertores ou colchas na cama, esses acessórios se projetam alguns centímetros para fora do espaço original do colchão. Ou seja, visualmente, pode parecer que a cabeceira é, na verdade, menor do que a cama em si.

Para não errar nessa hora, escolha uma cabeceira que deixe, pelo menos, 5 centímetros de estrutura para cada lado da cama.

3. Leve em consideração a parede principal

Nem todos os quartos possuem um espaço amplo, onde você pode colocar absolutamente qualquer item de decoração que venha à sua mente. Na verdade, esse espaço costuma ser bastante limitado.

Logo, se você pretende escolher uma cabeceira ajustada ao tamanho do colchão, tudo certo. Não tem muito como errar. Mas, se por outro lado, você quer algo maior e que tenha mais destaque, talvez seja melhor analisar quanto espaço você terá no final.

Por que isso é tão importante? Simples: dependendo do tamanho da parede e do tamanho da cabeceira escolhida, não vai sobrar espaço para uma mesa de cabeceira, por exemplo.

Então, tire todas as medidas necessárias e planeje exatamente tudo o que você quer que fique ao redor da cama, para não correr o risco de algo simplesmente não se encaixar, no final das contas.

4. Cada estilo pede uma medida

Resumidamente, uma cabeceira reta não é o mesmo que uma cabeceira com detalhes e arabescos. Tenha isso em mente, beleza?

No caso da cabeceira reta, por exemplo, não há necessidade de muitos centímetros extras nas laterais. Já, no caso de cabeceiras ricas em detalhes, ou nas que possuem pilastras nas laterais, é necessário considerar mais alguns centímetros, além dos 5 centímetros de cada lado que mencionamos antes. Caso contrário, o detalhe lateral nem sequer irá aparecer.

E vamos combinar: ninguém quer pagar por algo que ficará escondido, não é mesmo?!

5. Pense na sua rotina, principalmente a noturna

Você costuma ler na cama? Trabalha ou responde e-mails antes de dormir? Você tem uma televisão no quarto, para assistir suas séries e filmes favoritos?

Se a resposta for sim para pelo menos uma dessas perguntas, talvez seja bom considerar uma cabeceira mais alta. Assim, você terá espaço para encostar seu travesseiro e fazer as suas atividades sem nenhuma sensação incômoda nas costas.

6. Proporção faz toda a diferença

Não existe uma regra geral, quando falamos em escolher uma cabeceira. Mas, se você não sabe por onde começar e está confuso com tantas opções e tamanhos diferentes, vá pelo básico: cabeceira na medida e mais baixa, no caso de quartos pequenos e cabeceira lateralmente maior e mais alta, no caso de quartos grandes.

Essa proporção não tem erro e pode ajudar até mesmo a pessoa mais perdida, em termos de design e decoração, a encontrar o equilíbrio ideal para o ambiente.

7. Tudo bem ser viciado em almofadas

Para muita gente a cama é, definitivamente, um item de decoração. E tudo que faz parte dela também, claro!

A gente sabe que usar várias almofadas e travesseiros, com estampas diferentes, está em alta. Se você ama essa moda, fique tranquilo, nós lhe entendemos!

Então, se você é adepto desse estilo e tem medo de poluir demais o ambiente, não se preocupe. Basta escolher uma cabeceira mais alta, assim, ela não corre o risco de sumir no meio desses itens felpudos.

QUE TAL ALGUMAS DICAS EXTRAS?

Escolher a cabeceira ideal é um investimento e tanto, então, aposte em mais alguns pontos para não errar:

- Se você não está 100% seguro quanto ao tamanho e formato, recrie a cabeceira na parede do seu quarto, antes de finalizar a compra. A ideia é simples: basta anotar as medidas do seu modelo favorito e usar fita adesiva para “desenhá-la” na parede. Assim, você consegue ter uma visão, mesmo que superficial, de como a cabeceira irá contornar a cama;

- Você costuma trocar o tempo todo a decoração ou a cor das paredes? Então, aposte nas cabeceiras de ferro. Mesmo os modelos coloridos, costumam combinar com maior facilidade nos ambientes, principalmente pela sua estrutura mais vazada;

- Verifique se a estrutura da cabeceira fechará por completo o espaço entre a cama e a parede ou se sobrarão muitos centímetros. Você não vai querer acordar no meio da noite para pescar seu travesseiro que caiu nesse espaço, vai?

No final das contas, se você quer deixar o ambiente com a sua cara, acertando nas medidas, a regra é clara: a fita métrica é a sua melhor amiga!

Gostou das nossas dicas? Então, aproveite para conhecer as nossas cabeceiras de ferro. Você com certeza vai encontrar o modelo perfeito para o seu quarto!